Atada

[Maria Júlia Figueiredo, 21 anos, mulher, branca, cis; estudante de serviço social; administradora do projeto e responsável pelo núcleo de design]

|Texto revisado por Maria Fernanda de Sousa|



Hoje, mais do que nunca, dói

Tento não pensar e deixar para lá

Atada, presa, refém

O sentir nunca foi tão dolorido

Por isso, deixo para lá

Ou tento



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo