Permissão Seletiva

[Maria Clara Daniel, 20 anos, mulher cis, branca; Estudante de Psicologia, @_outro_eu no Instagram]


De vez em quando a gente se esquece do outro lado da solidão. Ela pode te ajudar a ver que você é sua própria estrela no vasto sistema solar. Neste poema, trouxe um pouco desse abraço galáctico para que ninguém se esqueça de que, muitas vezes, até um astro rei se vê/sente sozinho.



O sol — figura grande e nobre — vive só

e mesmo assim brilha

a milhões de quilômetros de mim

no vácuo do ser

ele ilumina o seu vazio existencial

e vive!

será que alguma vez não se cansou?

pediu companhia e foi negada?

quem diria, o rei sol isolado

brilha no meu escuro

me faz bem sol, só

não existem dois sóis

a potência de um já basta

e por que a minha, não?




Eaí estrelinha? Como está sendo a sua solidão? Fique tranquile que, se até o sol ‘ta’ assim, a gente consegue continuar nossa órbita!




6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

quarto