Solidão (eu)

[Juliana Veríssimo, 18 anos, cis, branca, estudante de Administração, @verissimo.juh IG]


Minha visão de solidão descrita em forma de sentimentos e coisas que me fazem ser quem sou e como lido com ela.


Quando penso em solidão, lembro dos momentos que somente eu vou saber explicar (ou não), as piadas internas me recordo de momentos que foram importantes para mim.


Poder lembrar de uma lembrança boa, durante uma série ou uma música.


Aceitar-me, mesmo com meus defeitos que tanto me incomodam, chorar por nada e ao mesmo tempo por tudo a minha volta, só eu e eu, completando-me em meio a devaneios e as cobranças que tanto faço e que deixam cada dia chegar a uma perfeição que não tenho e que tanto anseio.


Ter por um momento, poder admirar a pessoa que a cada dia estou me tornando, tentando me controlar nas situações mais impossíveis, que estaria completamente nervosa, tentando encontrar argumentos justificáveis por estar assim, sendo que... Não vale a pena gastar toda essa energia, será em vão, e ainda me corroer por dentro de tal forma a ponto de me deixar sem ar e querer fugir de mim mesma, por mais impossível seja.

Os encontros e desencontros com personagens literários, que tanto me identificava, externa ou internamente.


Criar coragem para por meus sentimentos para fora sem medo do que vão pensar, lembrar de que nesse mundo eu serei minha própria companhia acima de tudo e, a cada dia, aprender a lidar com essa solidão que, em certos dias, fica difícil de se lidar.


Essa solidão me incomoda de tal forma que me faz querer ficar longe da minha própria companhia, aquele sentimento de que tudo o que se precisa é de alguém para poder me escutar, para que esse vazio inexplicável desapareça, para poder me sentir melhor.



Como é essa solidão para vocês? Já se sentiram bem com sua própria companhia? Como é lidar com a solidão em dias que precisamos de alguém para nos ouvir?

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

quarto